Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jornal O Diabo

jornalismo independente

jornalismo independente

Helena Roseta: “A Câmara é um paquiderme”

Dois anos depois de se ter candidatado contra António Costa, a líder do movimento Cidadãos Por Lisboa (CPL) firmou com o antigo rival um “acordo coligatório” que lhe garante dois lugares no Executivo camarário da capital, em caso de vitória. Helena Roseta, a quem as sondagens concedem uma expectativa de 6 por cento dos votos, explica a “O Diabo” porque se uniu a Costa e acusa a CDU e o Bloco de Esquerda de terem vistas curtas.

 

O Diabo - O que mudou, desde há dois anos, para agora aceitar integrar as listas do PS?

Helena Roseta - O acordo diz expressamente que “as partes comprometem-se a elaborar um programa de governo municipal, inspirado nos respectivos programas eleitorais de 2007 e na experiência deste mandato, que deverá ser tornado público antes das eleições”. Ou seja, o programa de António Costa nas últimas eleições, bem como o dos Cidadãos por Lisboa, serão apenas pontos de partida para o nosso futuro programa de governo municipal. O futuro programa terá de ter em conta a experiência deste mandato, que naturalmente inclui as críticas que fizemos e também as que recebemos.

[continua na edição impressa]